fbpx
barata-na-primavera.png

30 de setembro de 2019 Blog

Barata de primavera foi uma telenovela mexicana produzida em 1976, mas você já deve ter notado maior presença de baratas nesta estação do ano, não é mesmo?  A estação mais esperada por muitos, a primavera, exige cuidados redobrados para a prevenção e eliminação das baratas, pois as altas temperaturas contribuem para o surgimento delas que além dos incômodos, podem trazer sérias doenças.

Mas por que eles aparecem tanto nesta época do ano?

A proliferação deve-se ao calor e também pela chuva e a presença maior dos insetos é vista tanto na primavera quanto no verão. “Na primavera, muitos se alimentam de plantas, porque as árvores ficam floridas e mais frutíferas. E devido à chuva, por conta do calor, o solo se torna mais úmido, a grama, mais verde, favorecendo a vida dos insetos”.  Neste caso, é como se a própria natureza desse uma “forcinha” para os animais. Ou seja, os insetos acabam se beneficiando deste ciclo entre as estações. “Há os que se alimentam das plantas que estão disponíveis nesta época e outros que comem outros insetos. Na verdade, existe uma relação direta entre plantas e insetos”.  O especialista explica, ainda, que o organismo dos insetos oscila, dependendo da temperatura do ambiente. Diferente do ser humano, que consegue manter o corpo em 37ºC. “As atividades metabólicas do inseto ficam mais acelerada no calor.

Não é que seja uma espécie de alarme e, a partir daí, eles saem para reproduzir. Mas trata-se de um processo lento e sincronizado com a primavera e o verão”.  O problema é que, mais do que o incômoda, a presença das baratas traz risco à saúde da população por conta de inúmeras doenças provocadas.

Sobre a reprodução, cada espécie de insetos tem suas particularidades, as baratas, por exemplo, gostam de ambientes quentes, úmidos e escuros, acabam saindo do esgoto no período de chuvas e alta temperatura em busca de comida, já os escorpiões se alimentam de baratas, portanto é importante mantê-las longe da sua casa para não atrair escorpiões.

O fato de morar em área urbana não inibe o aumento de pernilongos, baratas, formigas, aranhas entre outros insetos.

As crianças são as mais sensíveis às picadas e apresentam maior número de reações. Se o pequeno tem histórico de alergia, os sintomas podem ser ainda mais graves.

Manter a casa sempre limpa é importante, mas a dedetização é a maneira mais eficaz de acabar com estas conhecidas pragas urbanas.  Chame a Hidropragas para acabar com as baratas de sua casa, empresa ou comércio.


3-pragas-urbanas-que-aparecem-na-primavera.png

23 de setembro de 2019 Blog

A estação das flores é conhecida principalmente por ser a época de mudança de coleção na moda, já que os dias frios e cinzas dão lugar ao aumento das temperaturas e céu limpo. Mas o que muita gente não sabe, é que a primavera também é a estação das pragas urbanas.

Apesar das pragas urbanas aparecerem o ano todo, a primavera é a estação preferida delas. Isso ocorre porque é nessa época, quando as temperatura e a umidade aumentam, que elas ficam favorecidas a reprodução. Com a aceleração do metabolismo, é geralmente nesse período que cupins, formigas e baratas fazem a transição para a fase adulta, já que o clima está propício para crescer e se proliferar.

Cupim

Existem mais de 2 mil espécies deles, a maioria sendo benéfica ao homem por oxigenar o solo. Esses insetos se alimentam de celulose, por essa razão procuram materiais como móveis de madeira, livros e rodapés. Para chegar até a celulose são capazes de atravessar forros, gesso e até tubulações elétricas, o que pode provocar um curto-circuito.

Os cupins ficam alojados em rachaduras de paredes ou pequenos orifícios de móveis de madeiras. A rainha é capaz de botar até 3 milhões de ovos por ano.

Para fazer a descupinização é necessária uma visita técnica no local para definir qual o melhor procedimento: pulverização, injeção, pincelamento de cupinicida na madeira, polvilhamento ou colocação de iscas.

Formiga

Essa praga urbana transmissora de várias bactérias, transita em pequenos espaços facilmente. As rainhas são capazes de gerar até 300 mil novos insetos em uma semana. É preciso verificar se há incidência de formiga em áreas internas e externas, como jardins, a fim de encontrar formigueiros.

Barata

O habitat preferido das baratas são os esgotos e lixos, principalmente pelos restos de alimentos, por essa razão transportam muitas bactérias e fungos prejudiciais ao ser humano. Algumas espécies chegam a produzir até 800 ovos em 1 ano. Então para fazer um controle de pragas efetivo é preciso verificar de qual espécie se trata e onde há incidência.

Para evitar a infestação de insetos nessa época é preciso que os ambientes estejam bem higienizados. Essa medida simples previne a proliferação dessas pragas. Cuidados preventivos com limpeza e organização dos ambientes, são os primeiros passos para o controle dessas infestações.

Contar com uma equipe especializada é o segundo passo importante. Conte com profissionais qualificados e certificados para o serviço de controle de praga e dedetização. A Hidropragas realiza o serviço de dedetização, desratização, descupinização e controle de pragas para empresas e residências. Entre em contato conosco!


doencas-que-podem-ser-transmitidas-por-baratas-1200x801.jpg

16 de setembro de 2019 Blog

Ao ver uma barata, algumas pessoas começam a gritar, enquanto outras logo pegam o chinelo para se livrar do inseto. As baratas são consideradas insetos nojentos por grande parte da população. Pelo fato de viverem em esgotos e locais contaminados, muitas pessoas chegam a ter verdadeira fobia e até pavor desse inseto. No entanto, apesar de essas reações serem quase automáticas, poucos têm conhecimento sobre os reais perigos que as baratas causam à saúde humana.

Se a sua casa recebe normalmente essa desagradável visita, mantenha sempre os alimentos bem fechados e lave os utensílios antes de usar. Nas patas das baratas, existem milhares de microrganismos que poderão contaminar tanto alimentos, quanto objetos pessoais, além de, transmitir várias doenças.

As baratas também produzem secreções odoríferas que, quando liberadas de seu pequeno corpo, impregnam o ar do ambiente e deixam um sabor ruim nos alimentos. Além disso, elas também causam prejuízos materiais quando se multiplicam no interior de algum aparelho eletrônico, ou quando roem roupas ou tecidos.

Listamos aqui sete doenças transmitidas pelas baratas, uma vez que elas transitam por ambientes como esgotos e armários carregando bactérias e vírus. Hepatite A, febre tifoide, tuberculose, lepra, diarreia, poliomelite e pneumonia são as doenças apontadas nessa pesquisa.

Os principais sintomas de doenças transmitidas por baratas podem ser confundidos com os sintomas de uma virose rotineira. São eles: diarreia, febre, dores abdominais e náuseas. Alguns pacientes também chegam a ficar com pele e olhos amarelados. Na maioria dos casos, com o tratamento adequado, o paciente consegue alcançar a cura.

Uma das doenças que esse inseto pode causar é a Febre Tifoide. Ela é causada pela Salmonellatyph (mais conhecida como Salmonella). Essa doença também é transmitida através de água ou alimento contaminado, e até através de um beijo.

Além da Febre Tifoide, a barata pode causar conjuntivite, pneumonia e até lepra. Acredita-se que o vibrião da cólera é levado pela barata dos esgotos para os ambientes domésticos. Outro problema de saúde ocasionado são as reações alérgicas que são provocadas por restos deteriorados do corpo do inseto e por suas fezes que são pulverizadas no ambiente. Quando alguém alérgico inala essas partículas, desencadeia uma crise.

Hepatite A pode ser transmitida por baratas

A hepatite A, também conhecida como amarelão, consiste em uma inflamação no fígado causada por um vírus. Geralmente tem um curso benigno e evolui para a cura instantânea em 90% dos casos. Sua transmissão acontece por ingestão de água ou, alimentos contaminados ou manipulação de objetos pessoais que estiverem contaminados.  Os principais sintomas são: febre, dores abdominais, náuseas, e ainda diarreia por pelo menos um mês.

E como resolver o problema? Conte com a ajuda de especialistas no assunto:

A Hidropragas atua no processo de controle e combate de baratas com as mais modernas técnicas e produtos disponíveis no mercado. Contate-nos e peça já o seu orçamento.


por-que-as-pragas-urbanas-estao-invadindo-os-nossos-ambientes-1200x800.jpg

9 de setembro de 2019 Blog

As pragas são um inimigo enfrentado por todas as sociedades na história da humanidade. Cada lugar do mundo e cada civilização já teve que combater infestações de insetos, roedores ou mosquitos que causaram, desde danos materiais, até epidemias graves, dizimando populações inteiras.

Nos dias atuais, mesmo com o progresso acelerado da tecnologia, as pragas não deixaram de causar transtornos para os lares, um grande exemplo é o Aedes Aegypti, o mosquito transmissor da Dengue (entre outras doenças).

Mas essa não é a única praga de nossa sociedade, existem inúmeras outras e elas atacam a maior parte de nossos ambientes comuns.

Segundo cientistas e especialistas em controle de pestes, o boom da construção civil nas grandes cidades cavando buracos, acabam forçando mais ratos a saírem à superfície. O lixo nas calçadas em frente aos restaurantes acabam sendo os alimentos das pragas e também contribui para o crescimento indesejado das pestes.

Outro fator, e mais preocupante, que colabora na proliferação dos roedores é a mudança climática. Com invernos mais amenos, as cidades criam condições para a sobrevivência e a reprodução dos animais.
Conheça algumas das mais comuns pragas as possíveis causas de proliferação.

Ratos
Os ratos são um dos piores pesadelos para a saúde pública. Eles causam danos, pois eles corroem vários tipos de materiais, eles ainda transmitem doenças, como a Leptospirose e o Tifo Endêmico.

Por que invadem?
Os ratos são comuns em grandes cidades, vivem nos esgotos e ambientes sujos e se reproduzem de maneira muito acelerada. Em nossos ambientes comuns eles aparecem quando há acúmulo de sujeira e entulho.

Baratas
As baratas são o pesadelo de muitas donas de casa, principalmente as voadoras. Porém seus efeitos não são apenas o de colocar medo nos integrantes da família, baratas podem transmitir inúmeras doenças.

Por habitarem em ambientes sujos e inóspitos, elas carregam consigo vários fungos e bactérias, o acúmulo de baratas pode também causar doenças respiratórias.

Por que Invadem?
Assim como os ratos, as baratas precisam de ambientes sujos. Procuram lugares inóspitos e podem se instalar em cantos da sua casa.

Formigas
As formigas viraram membros recorrentes em nossa sociedade, a maior parte das casas conta com a presença de alguma espécie, porém poucas pessoas sabem que elas podem representar um perigo.

Uma formiga circula por vários ambientes e assim carrega consigo vários vírus, uma única formiga pode transmitir uma série de doenças, que vão desde tuberculose até lepra. Em casos extremos, um formigueiro de tamanho bem grande pode até mesmo derrubar casas.

Por que Invadem?
As formigas se organizam em formigueiros, que podem variar muito de tamanho. Caçam comida em grupos e estão presentes na maior parte das residências. Têm preferência pelas cozinhas, pois lá elas podem encontrar vários alimentos para levar para o formigueiro.

Mosquitos
Os mosquitos sempre estiveram presentes em nossa sociedade, o Brasil até hoje não conseguiu resolver seus casos de dengue. Mas os mosquitos não transmitem apenas dengue, também podem transmitir febre amarela, zyca vírus e mais uma infinidade de males. Devido ao seu alto raio de ação, um mosquito é uma das pragas que mais fácil causa epidemias.

Por que invadem?
Mosquitos como os pernilongos necessitam sugar o sangue humano, então sempre estarão onde houver alimento – ou seja, pessoas. Assim, com o aumento das cidades e a diminuição dos campos, os mosquitos têm migrado, cada vez mais, para os grandes centros.

Você sofre com alguma destas pragas ou deseja proteger sua família delas? Não é indicado contar apenas com métodos caseiros em infestações, contrate uma empresa especialista como a Hidropragas, que tem uma equipe capacitada para exterminar as pragas de sua vida. Consulte-nos


hidropragas-doenca-do-pombo-ja-causa-mortes-em-sp-1200x800.jpg

2 de setembro de 2019 Blog

Doença do Pombo é transmitida pelo ar e pode levar a óbito. Descubra o que é a doença, grupos de risco e como se prevenir

Dois homens morreram em Santos, litoral de São Paulo, após serem diagnosticados com Doença do Pombo. Eles ficaram internados por quatro meses em diferentes hospitais, com queixas de fortes dores de cabeça, além de cansaço e febre.

Um empresário chegou a ficar em coma e morreu no dia 19 de julho. A outra vítima faleceu quatro dias depois, em 23 de julho. Segundo familiares, ambos tinham vida ativa e eram sadios.

O que é a Doença do Pombo

A Doença do Pombo, como é popularmente conhecida a criptococose, é uma micose causada pelos fungos Cryptococcus neoformans ou Cryptococcus gattii. Assim, é uma levedura encapsulada, que pode levar o indivíduo à morte.

Transmissão

Os fungos se proliferam especialmente em fezes de pombos (por isso o nome popular “Doença do Pombo”). Contudo, podem estar presentes também em frutas secas, cereais e árvores.

Tais fungos se espalham pelo ar. Portanto, o risco de contrair a doença é maior em ambientes fechados.
Após o ar contaminado ser inalado, o fungo permanece no pulmão da pessoa e, então, migra para o sistema nervoso central. Devido a isso, a doença pode afetar a pele, ossos, trato urinário, olhos, próstata, pulmões e o sangue.

Sintomas da Doença do Pombo

De acordo com o Ministério da Saúde, quando os pacientes chegam aos hospitais para internação, eles já têm apresentado os sintomas de três semanas a três meses, em média.

Assim, ao perceber um ou mais sintomas abaixo a recomendação é ir a um pronto-socorro imediatamente. Até porque alguns dos sinais são bastantes semelhantes a doenças comuns, como gripe.

Os sintomas da Doença do Pombo mais frequentes são:

  • Dor de cabeça
  • Febre
  • Fraqueza
  • Fadiga
  • Dor no peito
  • Náusea
  • Vômito
  • Sudorese noturna
  • Confusão mental
  • Alteração na visão
  • Falta de ar

Quem tem mais chance de pegar Doença do Pombo

O fungo Cryptococcus neoformans costuma afetar, principalmente, pessoas com imunidade baixa, como portadores de Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS), diabetes, tuberculose, pneumonia, alcoolismo e demais doenças respiratórias.

Já o fungo Cryptococcus gattii geralmente acomete crianças e jovens em regiões tropicais e subtropicais, como o Norte e Nordeste do Brasil.

Porém, indivíduos sem nenhum problema de saúde e de qualquer região brasileira também podem ser afetados por ambos fungos – como é o caso dos dois homens que vieram a falecer em SP.

Como se prevenir

Não há medidas preventivas específicas, segundo o Ministério da Saúde.

Porém, recomenda-se o uso de máscaras para quem trabalha em limpeza de galpões ou em locais de criação de aves ou que contêm aglomerados de pombos.

Os locais com fezes de desses animais devem ser umidificados para remoção dos fungos e borrifados com aerossóis, para evitar que se dispersem.

Em grandes cidades, a rápida reprodução dos pombos dificulta o controle da Doença do Pombo – sendo considerada uma praga urbana em alguns municípios. Afinal, as fezes ressecadas podem ser espalhadas pelo vento e, então, inaladas.

O ideal é contar com empresa especializada em controle de pragas. Sendo assim, ao perceber qualquer infestação desse animal, você pode contar com os serviços da HidroPragas, que atua no controle de pombos com uma variedade de técnicas e métodos totalmente modernos e eficazes.

A nossa atuação se dá em qualquer tipo de ambiente que note o aparecimento desses animais, tais como: casas e residências, apartamentos, condomínios, empresas de pequeno, médio e grande porte, além das empresas da área de alimentos, saúde, órgãos públicos. Chame a HidroPragas para combater a infestação de pombos.


prejuizos-que-as-formigas-causam-no-seu-dia-a-dia-1200x800.jpg

26 de agosto de 2019 Blog

A presença de formigas em residências e ambientes privados podem causar grandes incômodos, e podem ser consideradas  um perigo à saúde quando habitantes apresentam alergias à sua saliva ou ao veneno daquelas que apresentam ferrão.

No entanto, equipamentos eletroeletrônicos e restos de alimentos atraem significativamente as formigas para as edificações humanas, e desta forma, os aparelhos podem ficar comprometidos. Uma situação discutida em todo o mundo é o quanto as formigas são responsáveis pela transmissão de doenças quando são notadas em grande quantidade em ambientes ambulatoriais e hospitalares. Assim como os cupins, as formigas endêmicas precisam ser preservadas, já que possuem características próprias fundamentais e já descritas para manutenção do meio ambiente. Já as formigas exóticas precisam ser controladas e estas são as responsáveis, por exemplo, por danos em aparelhos eletrônicos, prejuízo no armazenamento de alimento em galpões agrícolas, além do desconforto nas edificações humanas. Ecologicamente, as formigas exóticas podem causar efeitos danosos a muitas espécies silvestres, influenciando na biodiversidade.

Um exemplo de formiga exótica muito comum nos lares brasileiros é a Tapinoma melenocephalum (formiga doceira) aquela notada comumente na mesa do café da manhã e seu controle faz-se necessário à medida que sua população cresce de tamanho.

Estes insetos ainda podem atuar como vetores mecânicos, transportando microrganismos patogênicos em locais como hospitais, funcionando como agentes de infecções hospitalares.

Isso é muito preocupante quando consideramos que é muito comum encontrarmos várias colônias povoando as edificações de forma geral.

Controle das Formigas

O controle de formigas pode ser feito em vários níveis:

– Devido a sua grande versatilidade e capacidade de abrigar-se em espaços minúsculos, é uma providência muito adequada a vedação de frestas entre azulejos, em molduras, guarnições, junção de armários, peças do mobiliário, etc.

– Utilização de produtos que lhes são aversivos, como detergentes, vinagre e alguns produtos de limpeza;

– Utilização de algumas substâncias aromáticas, como o cravo;

Entretanto o mais aconselhado é a contratação de empresa especializada em controle de formigas, como a Hidropragas, empresa com mais de 20 anos de experiência, certamente irá encontrar a melhor e mais correta forma de resolver seus problemas com formigas em sua residência, empresa, hospitais, restaurantes e etc… Consulte-nos!


hidropragas-5-doencas-transmitidas-pelos-pombos-1200x800.jpg

19 de agosto de 2019 Blog

Os pombos são animais muitos frequentes em qualquer cidade, mas podem ser um perigo para a saúde humana, uma vez que podem transmitir várias doenças, conhecidas como zoonoses, como a criptococose ou a salmonelose, por exemplo.

No entanto, a transmissão deste tipo de doenças acontece principalmente através do cocô e, por isso, embora não seja necessário eliminar os pombos, é preciso ter cuidado para evitar o contato direto com as fezes. Além disso, é importante que as cidades façam uma limpeza adequada das fezes, já que, quando secam, podem virar poeira e acabar sendo inaladas pelas pessoas e o agente infeccioso responsável pela doença pode ficar fixado aos pulmões, trazendo complicações.

  1. Criptococose

A criptococose é uma das principais doenças transmitidas pelos pombos urbanos e é causada por um fungo que vive e se desenvolve nas fezes, o Cryptococcus neoformans. Quando esporos desse fungo são inalados, há comprometimento inicial do pulmão e à medida que o fungo se desenvolve, consegue espalhar para outros locais do corpo por meio da corrente sanguínea, podendo atingir o sistema nervoso e resultar em meningite, que é uma grave complicação da criptococose.

O Cryptococcus neoformans é considerado um fungo oportunista, ou seja, o desenvolvimento da doença acontece quando o sistema imunológico encontra-se comprometido, principalmente por causa da infecção pelo vírus HIV. Assim, dependendo do sistema imunológico da pessoa pode haver ou não desenvolvimento da doença e variação da gravidade dos sintomas.

  1. Salmonelose

Embora a salmonelose seja mais frequente após a ingestão de alimentos mal lavados ou mal preparados, a transmissão da bactéria Salmonella também pode ocorrer devido ao cocô dos pombos. Isso acontece porque quando as fezes secam e viram poeira, podem ser transportadas pelo vento e ficar presas em frutas e vegetais que, se não forem bem lavados, podem contaminar as pessoas.

  1. Encefalites virais

Os pombos são um dos reservatórios mais importantes para vírus como o vírus do Nilo Ocidental ou da encefalite de São Luís. Estas doenças podem infectar o sistema nervoso e causar diferentes sintomas, incluindo perda de consciência e risco de morte. Este tipo de encefalites são transmitidas pelos mosquitos, que após picar os pombos, podem picar os humanos e passar o vírus.

  1. Infecção por Escherichia coli

A Escherichia coli, também chamada de E. coli, é uma bactéria que vive no intestino dos humanos, mas que também está presente em grande quantidade nas fezes dos pombos. Para evitar este tipo de infecção é importante lavar as mãos depois de estar num ambiente com pombos, como parques, por exemplo.

  1. Toxoplasmose

A toxoplasmose é uma doença muito associada às fezes dos gatos, mas que também pode ser transmitida através do contato com as fezes dos pombos, e é causada pelo parasita Toxoplasma gondii ou T. gondii. Embora em pessoas saudáveis o parasita desta doença não cause qualquer sintoma, em pessoas com o sistema imune enfraquecido, como grávidas, idosos, crianças, que encontram-se em tratamento para o câncer ou portadores do vírus HIV pode causar infecção mais grave.

Como se prevenir

Não há medidas preventivas específicas, segundo o Ministério da Saúde.

Porém, recomenda-se o uso de máscaras para quem trabalha em limpeza de galpões ou em locais de criação de aves ou que contêm aglomerados de pombos.

Os locais com fezes de desses animais devem ser umidificados para remoção dos fungos e borrifados com aerossóis, para evitar que se dispersem.

Em grandes cidades, a rápida reprodução dos pombos dificulta o controle da Doença do Pombo – sendo considerada uma praga urbana em alguns municípios. Afinal, as fezes ressecadas podem ser espalhadas pelo vento e, então, inaladas.

O ideal é contar com empresa especializada em controle de pragas. Sendo assim, ao perceber qualquer infestação desse animal, você pode contar com os serviços da HidroPragas, que atua no controle de pombos com uma variedade de técnicas e métodos totalmente modernos e eficazes.

A nossa atuação se dá em qualquer tipo de ambiente que note o aparecimento desses animais, tais como: casas e residências, apartamentos, condomínios, empresas de pequeno, médio e grande porte, além das empresas da área de alimentos, saúde, órgãos públicos. Chame a HidroPragas para combater a infestação de pombos.


rato-do-telhado-hidropragas-1200x800.jpg

12 de agosto de 2019 Blog

Esses roedores conhecidos também como rato de forro perturbam a noite de sono de muitas pessoas que moram em centros urbanos. Conhecidos por escalarem, podem subir paredes de até 50 metros, e chegar facilmente em apartamentos que estejam no segundo e terceiro andar.

Como são?
São maiores que os camundongos, e menores que as ratazanas, tão rápidos, que mal o enxergamos passar, chegam à 40 cm de comprimento, sendo que a cauda é bem comprida e maior que o corpo e cabeça juntos, o que lhe garante um maior equilíbrio para correr pelos forros e telhados de casas.

Podem ter duas tonalidades, cinza escuro e preto, possuem pouco pêlo e as orelhas são bem grandes e peladas, que escuta o menor ruído.

Fazem coco em qualquer lugar, é fácil distinguir suas fezes, pois são compridas e afinam na ponta, medindo cerca de 12 mm.

Esses ratos não nadam, ficam o mais longe possível de rios e esgotos.

Procriação
Os grupos são formados sempre de um único macho e até 3 fêmeas.
Quando a fêmea fica prenha, gera a cria em seu vente por 21 dias, podendo engravidar novamente no mesmo dia que nascer a ninhada. Os filhotes mamam por apenas três semanas, e chegam à fase adulta com 3 meses de idade.

Quando você elimina um rato, a fêmea logo engravida para repor a perda, sendo assim, ao matar 1 rato, você ganha mais 10, pois cada ninhada pode gerar até 10 filhotes.

Todo rato adora ração de cachorro, gato, passarinho e frutas.

Pragas
São considerados uma praga em centros urbanos, por procriarem tão rapidamente.
Seus hábitos são exclusivamente noturnos, pois é o horário que não há movimento no interior da casa que eles invadem, roubam e percorrem a casa toda.

Eliminando os Ratos
Eliminar de uma vez essa praga difícil, mas todos podemos diminuir a quantidade de atos existentes.
Para isso é simples, em casa ao identificar presença deste roedor nunca utilize chumbinho para matá-lo, pois todo mamífero possui inteligência, e se a “família” do rato o vir morrer após comer a isca com chumbinho (que mata em 3 segundos), nunca cairão mais nessa, pois saberão que “aquilo mata” e ficarão longe.

O correto é contar com a ajuda profissional, a Hidropragas possui especialistas, equipamentos e técnicas adequadas para eliminar de vez essa praga que são os Ratos de Telhado. Contrate-nos!


hidropragas-conduite-entupido-1-1200x800.jpg

5 de agosto de 2019 Blog

Problemas de entupimento nos conduítes são comuns, principalmente após a realização de uma obra. Trata-se de tubos de metal galvanizado ou de plástico flexível que protegem os condutores elétricos contra agentes químicos, choques mecânicos, entre outros. O entupimento do conduíte se deve ao deslocamento dos tubos, fazendo com que resíduos caiam e obstruam a passagem dos fios. Uma consequência do entupimento dos conduítes é o não funcionamento de aparelhos eletrônicos, que não estariam recebendo eletricidade suficiente. Certamente você encontrará diferentes dicas de como desentupir conduíte.


hidropragas-vaso-entupido-o-que-fazer-1200x800.jpg

29 de julho de 2019 Blog

Ninguém merece o mau cheiro e a sujeira que um vaso sanitário entupido provoca em todo o banheiro. Quando ocorre, fica impossível de utilizar à privada até que tudo seja resolvido, o fedor domina todo o ambiente e, em alguns casos, há ainda o indesejável vazamento de água que acaba com toda a higiene local e aumenta o trabalho de limpeza.

O problema pode ser piorado, sim, por incrível que pareça pode piorar quando o entupimento acontece durante a noite ou em momentos em que há pressa para consertar.

Há muitas formas de resolver o problema, mas é possível que não funcionem muito bem, e caso seja grave a questão do entupimento, a melhor alternativa para desentupir e não acabar piorando a situação ou aumento a sujeira do seu banheiro é chamar a Hidropragas que é especializada em desentupimento de vasos.

Para te ajudar com este tipo de problema, nos casos mais simples a Hidropragas traz para você alguns métodos práticos e eficientes para resolver o problema de vaso sanitário entupido:

Desentupindo o vaso sanitário com água quente

Se o entupimento for causado por papel higiênico, pedaços de sabonete ou dejetos humanos, é possível que a água quente seja a solução. A grande maioria destes produtos dissolve em temperaturas mais altas.

A água quente enfraquece a obstrução e pode desentupir o vaso sanitário. Porém, este método só funciona quando o vaso já não está completamente cheio e quase transbordando.

Jogar detergente ou sabão em pó no vaso sanitário antes da água quente pode ajudar a desentupir o vaso nesta situação. Basta jogar um dos produtos e esperar cerca de 20 minutos antes de despejar a água quente.

Utilize um desentupidor

O clássico desentupidor é a forma mais comum para resolver problemas simples e recuperar o seu vaso sanitário. Utilize o instrumento e dê descarga ao mesmo tempo, para tentar puxar o que está trancando o cano. Se for usar o desentupidor, é aconselhável colocar também uma máscara, pois partículas de água da privada podem respingar durante o procedimento, e você certamente não vai querer que isso aconteça não é mesmo?

Como desentupir o vaso sanitário com arame

Em alguns casos, é possível retirar a obstrução do vazo sanitário manualmente puxando ao invés te empurrando. Para isso é necessário usar um pedaço de arame ou um cabide desenrolado e com formato de gancho.

Agora basta usar o gancho para tentar puxar o objetivo que está entupindo o vazo. Geralmente este método funciona apenas quando a obstrução é visível e é construída por um único objeto sólido na curva da bacia.

Porém, dificilmente este é o caso com vasos sanitários. Mas ainda assim, este é um excelente método, apesar de um pouco mais bagunçado.

De modo geral, recomenda-se não utilizar soda cáustica para desentupir o vaso sanitário. A soda é um produto químico de alto risco e que não deve ser usado sem algum tipo de conhecimento ou treinamento.

E em todos os métodos é imprescindível o uso de luvas de proteção para evitar o contato direto com a água do vaso sanitário.

Chame uma empresa especializada

Quando o problema é recorrente para não ser surpreendido o melhor mesmo é chamar a ajuda profissional para lidar com o entupimento.

A Hidropragas está aqui para te ajudar! Contamos com uma equipe altamente treinada e com os melhores equipamentos e métodos para resolver o seu problema de entupimento de forma rápida e definitiva.

Você pode contar com nossos serviços 24h, desta forma a qualquer hora pode resolver o inconveniente de ter um vaso sanitário entupido.

Entre em contato conosco, temos a certeza de que você encontrará tudo o que procura em uma empresa desentupidora na sua região.


Contatos pelo whastapp

São Paulo: 11 93805-3333
Litoral: 13 99608-0041
Contatos pelo telefone

São Paulo: 11 2631-1000
Litoral: 13 3032-6742



Desenvolvido por:

Copyright © 2018 - 2019 | Todos os direitos reservados a Hidro Pragas.

   

Fale conosco!